O verão já esta aí, e a hora é de curtir uma praia ou piscina, aproveitar bastante o sol e ficar com um lindo bronzeado. Para manter o corpo dourado por mais tempo, devemos atender ao tipo de pele e do tempo de exposição ao sol. ?

No verão, assim como as maquiagens e o cortes de cabelo a busca pelo bronzeado perfeito toma conta da mente de 99% das mulheres que querem ter uma cor perfeita e saudável e isso pode colocar a saúde da pele em sérios riscos.

Ficar exposto ao sol por muito tempo, sem proteção contra a radiação ultravioleta, causa queimaduras e ressecamento na pele.

Esses efeitos diminuem a duração do bronzeado, aceleraram o envelhecimento e podem causar o aparecimento de câncer e lesões. Mesmo que a pele esteja bem morena, é essencial não abrir mão da proteção.

Cuidados sempre serão necessário para manter o bronzeado lindo! ?☀

O verão já esta aí, e a hora é de curtir uma praia ou piscina, aproveitar bastante o sol e ficar com um lindo bronzeado
O verão já esta aí, e a hora é de curtir uma praia ou piscina, aproveitar bastante o sol e ficar com um lindo bronzeado./foto: Veja

O rosto, o pescoço, a nuca e as orelhas estão constantemente expostos ao sol e não podem ficar sem bloqueador solar. Chapéu, viseira e boné também são itens indispensáveis para os dias na praia.

Os cuidado com a pele nesta época é imprescindível, principalmente se quer um bronzeado perfeito, de nada adianta ficar ao sol sem proteção ou deixar de hidratar após a praia ou piscina

Veja algumas dicas:

– Use autobronzeadores em dias alternados para manter o bronzeado, porém uso de autobronzeantes não protege a pele, pois na imensa maioria das vezes, eles apenas tingem a pele, não possuindo FPS. Eles são uma forma prática e segura de deixar sua pele com um lindo tom dourado, mas deve ser usado com moderação.

uso de autobronzeantes não protege a pele, pois na imensa maioria das vezes, eles apenas tingem a pele, não possuindo FPS
O uso de autobronzeantes não protege a pele, pois na imensa maioria das vezes, eles apenas tingem a pele, não possuindo FPS./foto: Juro Valendo

Nunca deve ocorrer exposição ao sol sem um FPS mínimo de 15, o qual deve ser retocado a cada 02 horas, conforme indicam os dermatologistas. No rosto, onde a pele é mais fina e propensa a manchas, deve-se usar um FPS maior, por exemplo, FPS 30.

Dessa forma, a pigmentação aumenta de forma gradual sem causar problemas à pele

-Invista em cremes hidratantes com silicone volátil, uréia e vitamina E. Manter a pele hidratada faz toda a diferença tanto para o bronzeado, como até mesmo para o dia a dia. Os óleos de banho também ajudam muito.

– Faça uma esfoliação no corpo um dia antes da exposição ao sol. O uso do esfoliante de duas a três vezes por semana ajuda a manter a pele mais livre de células mortas e ajuda a ter um bronzeado uniforme.

O uso de um creme hidratante de caráter esfoliante, como o de uréia e de lactato de amônia, duas vezes ao dia, complementa o trabalho.

Se você já está bronzeada e queimada de sol, jamais faça esfoliação, você só danificará ainda mais sua pele.

Esfoliação corporal caseira
Antes de estender a canga na areia ou no clube e aproveitar o sol, é importante preparar a pele para o bronzeamento. Em casa, faça uma pasta esfoliante usando uma colher de mel e duas colheres de açúcar. Espalhe a receita caseira por todo o corpo, fazendo movimentos circulares, para renovar a pele e remover as células mortas. Em seguida, tome uma ducha gelada ou morna.

-Tome sol devagar, aos poucos e diariamente. No início use um protetor solar com fator de proteção maior e depois vá diminuindo. Evite o sol muito forte para não agredir a pele e descascar com facilidade.

Prefira o sol da manhã, até as 11:00 horas e após as 16:00 horas./foto: Tess Concept
Prefira o sol da manhã, até as 11:00 horas e após as 16:00 horas./foto: Olhos Espirituais

-Tome bastante líquido é essencial para uma pele bonita e saudável e manter a hidratação nos dias quentes. Beber muita água e sucos, além de repor a água perdida através da transpiração, auxilia no metabolismo e no bom funcionamento de todo o organismo.

Evite banhos muito quentes e prolongados. Durante essa época mais quente, independente de se ter ou não exposto ao sol, o banho deve ser rápido, com água morna para fria, usando pouco sabonete, a fim de não ressecarmos a pele.

Após sair do mar ou piscina, tome uma ducha fria para eliminar os resíduos do corpo, fazendo isso, você retira todo o excesso de sal do mar, cloro e outros produtos químicos presentes na água da piscina.

O uso de um FPS alto, maior ou igual a 30, é a principal arma para se evitar as manchas que aparecem no rosto em épocas de calor. Mas se mesmo assim as manchas surgirem, espere o fim do verão, procure um dermatologista e inicie um tratamento despigmentante com cremes a base de ácido retinóico ou glicólico, associado ou não a hidroquinona, peelings e, nos casos mais intensos, com laser.

Algumas frutas cítricas, como o limão, sob o sol pode deixar a pele manchada , procure evitar de usá-las no dia da exposição ou use um protetor com FPS aciam de 45 a cada 02 horas, e procure um dermatologista o mais rápido possível.

– Se você abusou do sol e a pele começou a descamar, evite puxá-la. Use um bom hidratante corporal várias vezes ao dia, a fim de segurar um pouco o tom bronzeado e não deixar a pele manchada. Evite puxar a pele para não machucá-la.

O efeito de descascar é uma reação do organismo a pele queimada e agredida pelo sol. A descamação compromete a saúde e beleza de sua pele e do bronzeado.

O efeito de descascar é uma reação do organismo a pele queimada e agredida pelo sol.
O efeito de descascar é uma reação do organismo a pele queimada e agredida pelo sol./foto: Mania Mulher

Voltou da praia ou da piscina, logo após o banho aplique um bom hidratante pós-sol, que possuem substâncias calmantes que amenizam os efeitos provocados pela intensa exposição ao sol e ainda evita descascar a pele.
Alimentos que fazem a diferença

Alimentos ricos em betacaroteno (frutas e legumes de cor vermelha, laranja ou amarelo). Por impregnação do betacaroteno na gordura da pele, este elemento de cor alaranjada colabora com o tom do bronzeado.

Os betacarotenos são pigmentos carotenóides e podem ser convertidos em vitamina A pelo organismo. Comer alimentos ricos em betacaroteno, ajuda a proteger a pele contra os raios ultravioletas, é antioxidante e também estimula a produção da melania, substância responsável pela pigmentação da pele.

Por impregnação do betacaroteno na gordura da pele, este elemento de cor alaranjada colabora com o tom do bronzeado.
Por impregnação do betacaroteno na gordura da pele, este elemento de cor alaranjada colabora com o tom do bronzeado./foto: Bruna Zuch

Alguns vegetais com folha escura também são fontes de betacaroteno: couve, repolho, espinafre, nabo, folha de mostarda, agrião e brócolis.

É recomendável que o consumo desses alimentos comece dias antes da exposição ao sol. Isso potencializa sua absorção pelo organismo e favorece a permanência do bronzeado por mais tempo.

O consumo excessivo de betacaroteno pode deixar a pele amarelada, principalmente as palmas da mão e plantas dos pés. Caso isso ocorra é só suspender o consumo e a cor da pele voltará ao normal.

Antioxidantes ajudam a reduzir a inflamação da pele durante os dias de exposição e protegem dos danos causados pelo sol. Coma mais frutas, legumes, verduras, grãos e alimentos integrais.

Coma mais frutas, legumes, verduras, grãos e alimentos integrais.
Coma mais frutas, legumes, verduras, grãos e alimentos integrais./foto: Tua Saúde

A vitamina C e E contem agentes antioxidantes que ajudam a proteger sua pele. Além disso, o ômega 3 auxilia na absorção do betacaroteno. Alimentos ricos em licopeno auxiliam na proteção da pele contra a radiação.

Peixes, nozes, soja, linhaça são alimentos ricos em ômega 3. Já a acerola, laranja e limão são ótimas fontes de vitamina C. A vitamina E é encontrada em grãos integrais e o licopeno em melancias

Segredinhos

É recomendável fazer a depilação de pernas e virilhas alguns dias antes, para que a pele possa descansar e não manchar no dia da exposição.

Antes de se expor ao sol pare com o uso de qualquer produto que contenha agentes clareantes como a hidroquinona ou ácidos como o retinóico. Esperar mais ou menos 7 dias para se expor ao sol e usar bastante protetor e repassá-lo a cada 2 horas

As micoses que deixam manchas brancas nas costas, conhecidas popularmente como “pano branco”, ocorrem mais no verão, pois é neste período suamos mais, e além disso a pele produz mas sebo e estamos em ambientes mais quentes.

As micoses que deixam manchas brancas nas costas, conhecidas popularmente como "pano branco", ocorrem mais no verão
As micoses que deixam manchas brancas nas costas, conhecidas popularmente como “pano branco”, ocorrem mais no verão./foto: USP IBC

Devido a isso, o fungo, que faz parte da biota normal da pele, prolifera descontroladamente, ocasionando a micose. Para evitar isso, devemos procurar manter a pele sempre seca, lavada e, de preferência, usar roupas de tecido natural (como algodão e linho), impedindo assim as condições para que o fungo se multiplique descontroladamente.

Em dias nublados, costuma-se achar que não há sol suficiente para queimar a pele. O mormaço também queima a sua pele. Até 80% dos raios podem chegar a terra e, sem perceber, você ficar com a pele danificada e descascando.

O mormaço causa queimaduras que facilitam a perda do bronzeado.

Gostaram? Então fica a dica!!!!

Entre no papo

Compartilhar
Trabalha com WordPress, SEO, produção de conteúdo e mídias sociais. Aprecia interagir com pessoas e criou este site para compartilhar dicas que possam simplificar a vida das pessoas, nesse mundo maravilhoso que conhecemos: o universo feminino.

SEM COMENTÁRIOS

Escreva um comentário